Valter Lemos e o Inferno, segundo João Pereira Coutinho…

inf44.jpg
inf45.jpg
inf46.jpg
inf48.jpg
Expresso-Única, 30.08.2008
Nasceu em 1976 e é, notoriamente, um rapaz muito esperto, muito lido, muito esperto. Com 22 anos, já colunava em “O Independente”, de Paulo Portas. Já então demonstrava semanalmente que era um rapaz (ainda mais rapaz) muito esperto, muito lido, muito esperto. Ah! e escreve bem. E vai directo aos assuntos: não sofre de bulimia retórica. O que só prova a sua esperteza (mediática). É colega de João Carlos Espada, na Universidade Católica e no Expresso. Até podia (pelos trejeitos) ser filho dele, mas não é. Já perguntei a Deus e Ele esclareceu-me: pelo que cumpre à natureza, João Pereira não provém de João Carlos. Na obra da criação, nem tudo pode ser perfeito…
Coutinho também não gosta de Valter Lemos e até o recomenda ao Inferno. Direis: ora aí tem uma alma gémea da sua! Lamento desiludir-vos: não tenho. Valter Lemos, para mim, é exactamente aquilo que é: Valter Lemos. Não lhe concedo mais importância do que essa. Para Coutinho, Valter Lemos é uma espécie de antonomásia: simboliza as mais execráveis propriedades da escola pública portuguesa, a tal (oh horror!) que procura integrar em vez de excluir.
Coutinho acha que a escola é para quem a merece. E que a plebe deve ser corrida a pontapé da escola, quando não é capaz de se elevar aos cumes da distinção social. O pensamento é velho de séculos. Mas como Coutinho é um rapaz muito esperto, muito lido, muito esperto e escreve com leveza… o pensamento até consegue parecer modernaço. Luís não tem lugar na escola de Coutinho. Luís está destinado ou predestinado ao Inferno. Não percamos tempo: fogo com ele!…

2 Responses to “Valter Lemos e o Inferno, segundo João Pereira Coutinho…”

Read below or Comentar...

  1. angelo calisto says:

    E que arda! Porque aos quinze anos vem carregadinho de vícios… já sabe mais do que a Lúcia! E vai ser atirado para uma turma de miudagem 3 anos mais nova que, apesar de não ter asas nas costas, continua alheia a sites pornográficos, ganzas maradas, à indisciplina e desrespeitos gratuitos que provam que o Luís é o maior da rua dele! Se calhar a plebe que QUER aprender merece melhor do que isso!

  2. Esturro says:

    Cheira-me a esturro! Ou, como já ouvi, estão a passar-se coisas fora do anormal.
    Ainda gostava de saber o que é que Valter Lemos fez de mal para tanta gente lhe bater… Ou para implicarem com o senhor…
    Ainda se implicassem por causa dos caracóis… ou das gravatas… ou dos fatos… ou sei lá de quê…
    Agora implicarem pelo que o senhor diz, não é justo, não há direito… Ingratos! Deus não dorme!!!

Comentar