Tanta confusão por causa de uma pilinha que cresceu indevidamente…

ped2404.jpg
Expresso, 24.04.2010
A vida é para ser bem vivida, muito bem vivida, no respeito sempre do direito à felicidade dos demais. O cristianismo pendurou a vida de uma cruz e à cruz sacrifica tudo. É uma perversidade alimentada por castrados, por gente, em geral, supinamente infeliz, cruel e vingativa. O cristianismo é um erro, uma alienação e uma ofensa à humanidade. Não condeno os cristãos; lamento-os apenas, tenho pena deles. A não ser quando eles me tentam impor a sua cruz como modelo ou padrão de vida. Nessas alturas, reajo sempre mal, muito mal, e estrebucho…

Comentar