Sexo! (diz ela)…

Entrou-me pelo gabinete com passo decidido e a fogueira da delação no olhar: “Professor Ademar: estão uns meninos nos computadores a ver sexo!…” Como faço sempre nestas circunstâncias, fingi, para ganhar tempo, que não tinha percebido muito bem o sentido da observação e pedi-lhe que repetisse. Fê-lo exactamente nos mesmos termos: “Estão uns meninos nos computadores a ver sexo!”. E ficou à espera da minha reacção. Levantei-me da cadeira e pedi-lhe que me conduzisse ao local do crime. Atalhou imediatamente que não valia a pena, porque eles já tinham fugido. Para não a frustrar, pedi-lhe que me dissesse quem eram os meninos. Ela pôs um ar muito zangado e respondeu-me: “Acha que eu sou queixinhas? Só quis que soubesse que eles estavam a ver sexo. Mas não lhe vou dizer quem eram.” E saiu porta fora, tão resolutamente como entrara.
O sexo, na adolescência, é um excelente pretexto para o jogo do gato e do rato…
Novembro.2005
recuperado de abnoxio2.blogs.sapo.pt

2 Responses to “Sexo! (diz ela)…”

Read below or Comentar...

  1. cândida says:

    a miss marple do sexo :)

Comentar