Pinho, Pinho, por que tanto porfiais?…

Manuel Pinho, que passa por ministro da economia, tem a palavra fácil. Na semana passada, ouvi-o dizer que a economia portuguesa tinha dificuldade em atrair o investimento estrangeiro por causa dos elevados custos da nossa mão-de-obra. Agora, na China, ouvi-o dizer rigorosamente o contrário. Já não dá para rir, nem para chorar. Trapaça por trapaça, prefiro as patranhas históricas de José Hermano Saraiva…
Depois admiram-se que o zé povinho associe os políticos à escória…

Comentar