Improviso quase monogâmico…

Não há como a novidade
para nos cansarmos dela
o corpo precisa
de uma cama certa
e de braços
que não estejam sempre
a mudar de mãos.

Ademar
13.12.2009

One Response to “Improviso quase monogâmico…”

Read below or Comentar...

Comentar