Improviso para pedir o natal…

Se me deixasses repousar a cabeça na tua fúria
talvez adormecesses
não te peço uma gravidez de melancias
nem o sangue perfeito de um olhar iluminado
contento-me com o trivial
tudo o que já foste capaz de me dar.

Ademar
21.12.2007

Comentar