Improviso para epítome de um poema universal (sobre um tema de Eleni Karaindrou)…



Não guardo na mochila
todas as memórias
com que poderia viajar
há um peso limite
para além do qual
já não me pertenço
quero-me leve
nos teus olhos acolhedores
que o nosso segredo
assim dito
nunca nos pese de mais.

Ademar
15.04.2010

Comentar