Improviso para dizer que continuarei a ler-te…

Hoje decidi
arrrumar-te na prateleira
das edições raras
incunábulos
almanaques antigos
tiragens numeradas
e coisas assim
nunca imaginei
que coubesses na estante
e que fosses tão fácil
de acomodar
sem um protesto
sem uma lamúria
sem um suspiro
devíamos ser todos assim
uns para os outros
edições raras
impartilháveis.

Ademar
24.12.2009

Comentar