Improviso cansado…

Sim
há quem prefira as linhas rectas
e a poesia a metro
bem rimada
como a vida
mas eu tenho um problema embrionário
de percepção
perco-me sempre em todas as esquinas
e nunca me encontro com a utilidade
em cidade alguma
sinto-me pois inútil
imprestável
redundante
já não tenho a idade certa
nem os vícios
nem o corpo
e as palavras distraem-me
da missão de salvar o mundo
que me mata
há trabalho a mais
para tão poucas mãos
e eu miseravelmente
só tenho duas.

Ademar
31.05.2008

One Response to “Improviso cansado…”

Read below or Comentar...

  1. tiago says:

    a tua poesia é extraordinaria, ademar.
    tens um tom casual, dizendo nem mais nem menos do que deves…
    acho fantastico.
    qd publicas qq coisa?
    abraço
    Tiago

Comentar