Improviso atmosférico…

Hoje nevava
quando começámos a descer a montanha
os teus passos iam à frente de nós
e o azul parecia ainda mais liquido
na têmpera da poesia
todas as cores se reconhecem
na volúpia do arco-íris
nenhum passado aconteceu exactamente assim
nem no futuro
não há verdade neste fluido de palavras
a montanha eras tu
e nenhum de nós a desceu.

Ademar
30.11.2008

One Response to “Improviso atmosférico…”

Read below or Comentar...

  1. Zuraida Soares says:

    Nem sei que te diga, meu Amigo! A surpresa foi tão, tão, tão grande…que fiquei assim. Vontade tanta de te encontrar e conferir que o que quer que tenhamos construído perdura e sobressalta-se, quando a certeza se encaixa ‘entre as pedrinhas do mar’.
    Para quando a alegria do abraço?
    Zu

Comentar