Homenagear-te-ei sempre, Henrique, mas à minha (nossa) maneira!…

hbn0401.jpg
Diário do Minho, 04.01.2010

Percebo e saúdo a intenção, mas não me associarei, fisicamente, à iniciativa. Em vez de uma homenagem circunstancial, eu gostava de poder oferecer ao Henrique um país e uma cidade que o merecessem. Infelizmente, essa dádiva não está ao meu alcance. E menos… o Henrique não merece…

Comentar