Fernando Alberto Ribeiro da Silva…

alb.jpg
Público, 30.05.2008

Há alguns anos que não estou com ele. Teremos notícias um do outro por terceiros. Ele sabe do meu apreço. Eu sei da sua estima. Fernando Alberto Ribeiro da Silva foi, quase sempre discretamente, um dos mais influentes dirigentes regionais e nacionais do PPD/PSD, sobretudo, antes e durante o consulado de Cavaco Silva como primeiro-ministro. Terá sido, aliás, não foi ele que me contou, um dos principais impulsionadores e “negociadores” da candidatura do actual PR à liderança do partido, em 1985.

Durante cerca de doze anos (entre 1980 e 1982, primeiro, e entre 1985 e 1995, depois), Fernando Alberto Ribeiro da Silva desempenhou as funções de Governador Civil do Distrito de Braga. Foi nessa qualidade, exactamente, que eu o conheci e comecei a privar com ele. O Dr. Fernando Alberto, como todos o conheciam e conhecem, sabia que eu não era votante, nem simpatizante do PSD. Mas isso não o impediu, bem pelo contrário, de me abrir, fraternalmente, as portas do seu gabinete e conversar e desabafar comigo. Ele confiava na minha discrição e na minha lealdade e eu jamais traí a sua confiança. Tanto, que ainda hoje mantenho sob reserva (e manterei sempre) as inúmeras confidências que ele, privadamente, gostava de partilhar comigo.

Aprendi a admirar nele o carácter, a integridade e a exigência. Ele não fazia concessões ao oportunismo, odiava a vaidade e a ostentação e cheirava, a léguas, a corrupção e a venalidade. Muitas conversas que tivemos foram, precisamente, sobre isso, sobre a pequenez dos pequenos gestos políticos. Ouvi-o, ao telefone, à minha frente, tratar impacientemente alguns ministros ou secretários de estado, que ele quase desprezava. E sei como Cavaco, tantas vezes, procurava os seus conselhos…

Tudo me separa, politicamente, do PSD, mas respeito profundamente Fernando Alberto Ribeiro da Silva. Ele, como poucos, merece esta homenagem, que tanto honra o PS e o Presidente socialista da Câmara Municipal de Guimarães. Parabéns a todos!…

Comentar