Coisas que José Sócrates poderá inaugurar em minha casa, se o Estado, entretanto, se esgotar…

a2608c111.jpg
Uma caixa de cotonetes.
Um terço comprado na feira de Vilar de Maçada, por estrear.
Um rolo de papel higiénico.
Uma garrafa de JB (15 anos).
Um cd de Quim Barreiros.
Uma caixa de preservativos com sabor a hortelã.
Um livro (antigo) de entrevistas de Anabela Mota Ribeiro.
Um cacho de uvas americanas sem grainhas.
Uma porta falsa.
Uma ficha de auto-avaliação.
Um livro de cheques sem cobertura.
Uma caixa de cigarrilhas Monte Cristo.
Uma mala de viagem.
Uma embalagem de Tamiflu.
Uma brasileira indocumentada.
Um dicionário de Inglês Técnico para Totós.
Um Magalhães em segunda mão.
etc

Comentar