Não dei por nada. Será mesmo oficial?…

pri2203a.jpg
i, 22.03.2010
Si, “se vogliamo che tutto rimanga com’è, bisogna che tutto cambi” (Il Gattopardo, de Giuseppe Tomasi di Lampedusa). A primavera depois do inverno e antes do verão e do outono e do inverno, novamente. Ouve: talvez não valha a pena mudar o colchão, nem o roupeiro…

O testemunho de um militante do PSD que eu estimo…

fars2003a.jpg
fars2003b.jpg
fars2003f.jpg
fars2003c.jpg
fars2003d.jpg
fars2003e.jpg
Público, 20.03.2010
Fernando Alberto Ribeiro da Silva é, de facto, como o Público o apresenta, um “militante histórico do PSD”. Conheço-o há mais de 30 anos e, mau grado todas as nossas divergências políticas, tenho imenso apreço por ele. Não discuto as suas opções partidárias: ele lá saberá o que, nas presentes circunstâncias, mais convirá ao PSD. Mas registo, como amigo, o seu testemunho a favor de Rangel. Conhecendo-o, como conheço, não me surpreende. Só não sei se o PSD, desta feita, o ouvirá, como ouviu quando ele, premonitoriamente, empurrou Cavaco para a liderança do partido, no congresso da Figueira da Foz. Os tempos são outros e, no PSD, já poucos conhecerão Fernando Alberto Ribeiro da Silva. Se conhecessem, talvez este testemunho de apoio fosse determinante para garantir a vitória de Rangel…

Um artigo notável de um Mestre a desancar no narcisismo de um menino que não cabe no seu umbigo…

and0403a.jpg
and0403b.jpg and0403c.jpg
and0403g.jpg and0403d.jpg
and0403e.jpg and0403f.jpg
Público, 04.03.2010
Para quem não saiba, convirá lembrar que Manuel da Costa Andrade é um dos mais ilustres professores catedráticos da Faculdade de Direito de Coimbra e o visado, implacavelmente, neste artigo é Ricardo Costa, um menino que passa por Presidente da Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol e que dá aulas, como assistente, na mesma Faculdade. Nem eu consigo perceber a que título e com que auctoritas

Improviso para instinto nocturno…

Troquemos as vozes
antes que o vento embarace
as cordas do mar
e os gestos
troquemos também os gestos
nas palavras que dançam
as ameias do cais
e todas as viagens preambuladas
troquemos sim
os géneros da distância
e a geometria das velas
partir e chegar
sempre na proa do tempo.

Ademar
21.02.2010

Ai, que riquinho!…

aaa1aaa.jpg
(…)
aaa2aaa111.jpg
aa3bbb111.jpg
(…)
i, 27.01.2010
O “grande orador”, que dirige um jornal que ninguém sabe como se sustenta, está dolorosamente preocupado com a sorte infausta dos banqueiros portugueses a quem a pátria tanto deve. Tenho tanta pena dele, coitado!…