Doze motoristas (homens) para Sócrates e uma secretária…







Diário da República, 2ª Série, 18.05.2010

Treze despachos, publicados hoje, dia 18 de Maio de 2010. Todos datados de 30 de Abril e produzindo efeitos a 26 de Outubro de 2009. Repare-se que alguns dos nomeados são requisitados a empresas privadas, uma delas, a Deloitte, conhecida empresa de auditoria. Confesso que ignorava que o Governo podia requisitar trabalhadores a empresas privadas. Como também ignorava que a Presidência do Conselho de Ministros não tivesse, no seu quadro de pessoal, motoristas. Ou será que os doze agora nomeados acrescem aos do quadro? Sendo assim, quantos motoristas, no total, terá o primeiro-ministro ao seu serviço? Vinte? Trinta? Quarenta? Cinquenta? Não me poderá ceder um?…
Seja como for, estes despachos comprovam algo que, há muito, se sabia: as mulheres, em Portugal, não se recomendam a motoristas. Pelo menos, de José Sócrates…

Quereis saber qual é, de produção portuguesa, o meu programa de televisão preferido? É este: “Sociedade das Nações”…

soc1104a.jpg
soc1104b.jpg
soc1104c.jpg
Posso não apreciar, excessivamente, um certo pedantismo dos apresentadores (Martim Cabral e Nuno Rogeiro), mas… não perco, há anos, uma edição de Sociedade das Nações. É um programa de formato muito simples, que vive, fundamentalmente, da palavra e da informação. Mas nunca dou por mal empregue o tempo que despendo no seu visionamento. E quase sempre aprendo ou descubro qualquer coisa ou desperto para realidades que não conhecia tão bem como devia. A televisão não tem que ser apenas lixo. Sociedade das Nações comprova-o, semanalmente. Fica aqui exarado o elogio…