Vou exigir uma percentagem nos negócios ao Professor Doutor Quintino…

Desde que publiquei este post que todas as semanas sou interpelado por alguém que me confunde com o Dr. Quintino. Já pensei em dedicar-me também ao aconselhamento conjugal e sexual dos indígenas e das indígenas. A burrice e a crendice, em Portugal, rendem. No mínimo, mereço uma percentagem. Vai, certamente, valer a pena…