Improviso sobre uma inspiração de Klimt…

klimt09aa22.jpg
Despes a altivez devagar
enquanto sobraças a cabeça
do homem que chegou cedo de mais
ao teu regaço
há momentos em que te sentes ainda
mais real do que isto
em que nenhum olhar se eleva
acima do teu
e os braços e as mãos
já não parecem pertencer-te
a nudez só é perfeita
quando já não tens mais palavras
para dizer o silêncio
e te devolves à servidão.

Ademar
30.01.2009

Improviso em forma de banda desenhada para Barack Obama…

Hoje falo contigo
de homem para homem
digo
de branco para branco
ou se preferires
de preto para preto
nenhuma cegueira é mais cívica
do que esta
que não distingue a cor das epidermes
imagina
sou ainda do tempo de Harry Truman
já não puxei o lustro a Enola Gay
nem embalei o Little Boy
nasci depois
quando os comunistas começaram a comer criancinhas
à mesa do Senador
e devo em parte ao avô Dwight
ironia das ironias
ter sobrevivido ao feitiço das bruxas
embora ainda hoje esteja a pagar o crédito
das migalhas do general
fui adolescente com John
brinquei com ele na sala oval
aos meninos e às meninas
e chegámos até a projectar uma viagem secreta
à Indochina com Marguerite Duras
que Dallas abortou
foi com o tio Lyndon
que descobri finalmente Hollywood
e aprendi a soletrar à portuguesa Vietname
Watergate como sabes veio depois
com a liberdade de imprensa
e o 25 de Abril
e andei tão entretido por cá
que nem dei conta de que a Ford
entretanto
nacionalizara a Casa Branca
acordei a comer amendoins
mas foi uma experiência efémera e patética
depressa descobri
que o western saloon era a mais perfeita metáfora
da América dos pais fundadores
e um qualquer Charles Wilson
a partir do Texas digo do Congresso
era capaz de derrubar em dois tempos o império do mal
e foi assim que chegámos à família Bush
pai e filho armas e petróleo e betão armado
e não falo do espírito santo
porque a mulher do espírito santo
encomenda-te agora ao universo
de homem para homem
digo
de branco para branco
ou se preferires
de preto para preto
peço-te
quando te lembrarem que és
o quadragésimo quarto presidente
dos Estados Unidos da América
refugia-te humildemente numa tela
de Andrew Wyeth
esta por exemplo

Andrew Wyeth.jpg

e sorri.

Ademar
20.01.2009

As habituais patetices de uma cronista…

giotto08a.jpg
giotto08b.jpg
Sábado, 25.09.2008
Esta mocinha, “entre um Picasso e um Giotto, salvava o Giotto”. Eis uma frase de arromba, para… “épater le bourgeois”. Falta apenas saber que Giotto ela salvaria. Seria, por exemplo, os frescos, absolutamente admiráveis, da Capela dos Scrovegni, em Pádua?…
Imaginai a mocinha a salvar os frescos de Giotto, depois de lhe caírem na cabeça…