Improviso sobre um tema de Louis Armstrong…

Se vivesses
um pouco mais perto
do mundo
dirias talvez
que a felicidade não tem dias
mas átomos apenas
e que não há
na vertigem dos sonhos
costas mais largas
do que as costas
da eternidade
se vivesses
um pouco mais perto
do mundo
talvez soubesses
que o mundo começa e acaba
no olhar com que o abraças.

Ademar
11.04.2010

Improviso para recriar a invisibilidade…


Falhou-me sempre a voz
quando te quis dizer
que morrerias depois de mim
muito depois
e que por isso
já não tínhamos tempo
para esperar pela última cena do filme
aquela em que os amantes
entre lágrimas
se costumam beijar
antes do genérico final
seria uma evidência da luz
um milagre quase
se a luz ainda soprasse
as mãos ou os olhos
com que nos amássemos.

Ademar
07.04.2010