Se queres apoiar este guitarrista com uma “t-shirt alusiva”, “uma bandeira ou uma faixa”… responde a este anúncio…

bbb0705.jpg

Se, mascarado ou mascarada a rigor, quiseres fazer parte do rebanho que sairá às ruas na próxima semana para saudar o grande Führer (em Cristo), responde a este anúncio.
Pelo menos, poderás depois, no mercado negro, comercializar as indulgências (e a t-shirt)…

shit0705b.jpg
(…)
shit0705.jpg
24horas, 07.05.2010
rec0705.jpg
DN, 07.05.2010

“Todos têm os seus azares, todos têm os seus azares. Que querem que eu faça na vida?”…

Ricardo Rodrigues é vice-presidente da bancada parlamentar do PS. A revista Sábado acusa-o de ter furtado dois gravadores. Digo-vos: o homem, que entretanto já confessou o furto, tem, visivelmente, jeito de mãos…

Eles acreditam mesmo no que dizem e sabem como tudo se resolveria…

sab0305b.jpg
sab0305a.jpg
sab0305c.jpg

Medina Carreira, Nuno Crato, Guilherme Valente. Três sábios, como eles próprios se julgam e se dão a entender. Os alunos saem das escolas cada vez mais ignorantes e incompetentes… porque o país, simplesmente, não os ouve. A eles, os sábios. Eles têm a solução para os males da educação (e do ensino) e até já publicaram, hélas!, um manifesto com a terapêutica, tudo explicadinho, tim-tim por tim-tim. Mas o país não lhes prestou atenção, porque ninguém quer saber de Rousseau e o “facilitismo”, dizem, rende votos. Eles têm uma tese conspirativa e paranóica: três ou quatro doutrinadores do “eduquês”, entrincheirados nas escolas superiores de educação e no ministério da dita, capturaram a inteligência dos professores, convertendo-os em “idiotas úteis” ao serviço de uma causa tenebrosa: a propagação da ignorância e da indisciplina. Eu ouço-os com uma paciência próxima do nirvana e rio, rio, rio. Eles estão mesmo convencidos de que “sabem” e que têm a “solução”, a “fórmula”. Eu, se fosse deus, confiar-lhes-ia a gestão de uma escola pública e dar-lhes-ia todos os meios que eles pedissem… para salvar os alunos das garras da “ignorância” e da “indisciplina”. Depois… ao fim, digamos, de cinco anos, pedir-lhes-ia contas. Isto, claro, se ainda os encontrasse, vivos e de boa saúde, ao leme da escola…*

* Declaração de interesses: tenho 57 anos, sou professor do ensino secundário, já dei a cara por um centro de formação e por uma escola, e há quase trinta anos que escrevo contra o… eduquês. Ainda Medina Carreira, Nuno Crato e Guilherme Valente não tinham lido… Rousseau…

Big Brother? Brigitte Bardot? Bruno Bozzetto? Bernard Borderie? Bertrand Bonello? Bahram Beyzai? Bernardo Bertolucci? Blanchette Brunoy? Barbara Bouchet? Brenda Blethyn? Bernard Blier? Betsy Blair? Billy Bevan? Benazir Bhutto? Baptista Bastos? Não…

bbb2604b.jpg
… Chama-se, simplesmente, Bernardo Bairrão e, quando é chamado a depor no parlamento, parece estar sempre com medo de levar tautau. As palavras, visivelmente, pesam-lhe. Pesam-lhe as palavras e os gestos e a gravata. Portugal é um imenso jardim de infância, engordado no umbigo.. Por isso é que José Sócrates chegou a primeiro-ministro. Os adolescentes, entre o rebanho, fazem sempre bullying sobre as crianças…

A minha memória mais intensa do dia 25 de Abril de 1974…

cast2404.jpg

Se for vivo, suponho que sim, terá oitenta anos (nasceu em Novembro de 1929). Dá pelo nome de António Castanheira Neves e fez carreira como professor da Faculdade de Direito de Coimbra, onde, como aluno, o conheci, no dealbar dos anos setenta do século passado. Foi o professor mais incompetente que tive na Faculdade: não conseguia comunicar, nem se fazia entender. Os alunos saíam das aulas a perguntar uns para os outros: o que é que ele disse? E riam. O homem era completamente destituído de competências comunicacionais, mas fez toda uma brilhante carreira universitária a escrever e a publicar para os mortos, que os vivos não faziam parte do seu mundo. Castanheira Neves era um produto refinadíssimo do conúbio entre um certo salazarismo envergonhado (fora, de resto, procurador à Câmara Corporativa) e a igreja católica, que representou em diversas instâncias. Não lhe quero mal: tenho pena dele, acho que era, como professor e como ser humano, um tipo profundamente infeliz, que só disseminava à sua volta a infelicidade. Nada aprendi com ele, a não ser a distrair o tédio…

No dia 25 de Abril de 1974, quando chegou à Faculdade para dar aulas (como se nada tivesse, entretanto, acontecido no país), Castanheira Neves só não foi agredido (e, porventura, barbaramente agredido) porque um grupo de ex-alunos, entre os quais eu me encontrava, o defendeu e o escoltou. Todos ali o odiávamos ou detestávamos, mas… o bom senso triunfou. Ele era tão medíocre e tão grotesco que não merecia que o transformássemos em mártir da revolução. E nada de grave ou irreparável lhe aconteceu. Ouviu uns insultos, mas ninguém lhe tocou. E jamais me esqueci ou esquecerei do pânico que vi nos seus olhos quando os alunos o rodearam e começaram a invectivá-lo. O pobre homem deve ter pensado que dali já não saía vivo. Mas saiu… e sem um arranhão. Pelo menos, na pele. Só não sei se algum dia recuperou do susto do 25 de Abril…

Sim, Tarcísio, a gente compreende: se fosses paneleiro, provavelmente, serias pedófilo…

tar1304.jpg
«Muitos psicólogos e muitos psiquiatras demonstraram que não há relação entre o celibato e a pedofilia, mas muitos outros demonstraram que há relação entre a homossexualidade e a pedofilia».
Entendi finalmente porque não sou pedófilo: porque gosto de fêmeas e não de machos. A verdade era tão simples e eu ignorava-a...

O grande encobridor de pederastas tonsurados…

rat1004aaaaaaa.jpg
Severo e implacável com os teólogos progressistas, conivente com os padres e os bispos pedófilos. Este é o carácter do artista que, em Maio, visitará Portugal e diante do qual ajoelharão milhares de católicos. Espero que as crianças, desta vez, sejam poupadas!…
A igreja católica que Ratzinger simboliza é uma monstruosidade…