Os três de Lúcia e o quarto (segredo de Fátima)…

Ei-los aqui, em toda a sua pujança metafórica, os três segredos de Fátima, narrados pela pastorinha que sobreviveu à hecatombe miraculosa…
segredo111.jpg
segredo112.jpg
segre1.jpg
segre4.jpg
Paulo Aido, A Mensagem da Irmã Lúcia
Há, nesta narrativa, pelo menos, três pormenores que me impressionam fulminantemente.
Primeiro
Lúcia reconhece que, à vista do Inferno, teria morrido, de susto e pavor, se a Senhora, na ocasião, à partida, não lhe tivesse garantido o céu em caso de morte súbita. É verdadeiramente admirável como, perante a garantia celestial, a miraculada não optou por morrer logo ali…
Segundo
Em 1917, ano a que se reporta a narrativa de Lúcia, a Senhora de Fátima já sabia que, em 1922, ascenderia ao trono de S.Pedro o Arcebispo de Milão, Ambrogio Ratti. Mais: também sabia que, em 1939, ano do desaparecimento de Pio XI, eclodiria uma guerra, ainda pior do que a anterior. Assim se prova, definitivamente, a presciência de Nossa Senhora de Fátima…
Terceiro
Na terceira parte do Segredo, a Senhora de Fátima antecipa a tragédia que, um dia, se abaterá sobre a igreja católica. Estranhamente, porém, não revela a identidade (ou, pelo menos, a proveniência) dos assassinos do Santo Padre. Que quererá significar este silêncio, aparentemente, cúmplice? Ou terá sido antes a narradora que preferiu omitir esse dado? É aqui, precisamente, que começa o quarto segredo de Fátima, que um dia revelarei..

Eu tenho a solução para o problema!…

meluu.jpg
meluu2.jpg
Público, 18.05.2008

Na sequência do lamento do meu querido amigo Henrique Barreto Nunes, proponho uma solução que, certamente, agradaria a todas as partes: colocar a estátua de Eduardo Melo a cavalo da estátua de Santos da Cunha (em baixo), à entrada da cidade e diante mesmo de minha casa. Além de original, seria politicamente correcto…

santosdacunha.jpg