Parece uma pessoa e até tem vagamente (muito vagamente) aspecto de mulher, mas não passa de um escarro (moral)…



(…)

Correio da Manhã, 18.05.2010

Eis a direita católica e ultramontana na sua mais antiga e repelente e absurda expressão. Os homosssexuais (sobretudo os que querem casar e não procriaram) são um peso para a sociedade, digo, para os contribuintes. Os deficientes, também. E os padres e as freiras. E todos aqueles, afinal, que não concorrem para a propagação da espécie. Se esta gaja (para não lhe chamar outra coisa) pertence mesmo à espécie humana… eu quero ser marciano…

Um “teste bestial” e um “catedrático” de direito que, curiosamente, já defendeu.. Sócrates…

bes2304b.jpg
bes2304a.jpg
DN, 23.04.2010
Alguns catedráticos de direito deste país foram meus colegas de curso e de turma, em Coimbra. Uns respeito; outros, nem por isso. Este Otero ou Otário… não sei quem seja, mas suponho que terá feito Direito… em Lisboa. Seja como for, é muito mais novo do que eu, pelo que jamais poderíamos ter sido colegas de turma, mesmo que ele tivesse estudado em Coimbra. Não comento, por comiseração, o teste a que ele submeteu os alunos (que reproduzo em baixo). Mas sugiro que consulteis esta tão irónica notícia, de 2008. A “bestialidade” de Otero tem pergaminhos…
teste2304.jpg

A mocinha jornaleira deve ter lido algures 1893, mas não acreditou. De modo que trocou o 8 pelo 9 e atrasou a história… um século…

palma2204a.jpg
palma2204b.jpg
palma2204c.jpg
(…)
pal2204a.jpg
(…)
i, 21.04.2010
É de Junho de 1893 a célebre Portaria que, pela primeira vez, interditou o uso da palmatória nas escolas portuguesas. Kátia Catulo achou por bem corrigir a data e garantia ontem aos leitores do i que foi em… 1993. E a asneira, a partir de agora, circulará na net e muitos e muitos estudantes que têm apenas o google como fonte de informação irão repeti-la. Comentários para quê? É uma jornaleira portuguesa, com certeza!…