Não, esta fotografia não foi tirada em Auschwitz!…

ausch.jpg
Tem o número gravado na pele, como os judeus nos campos de concentração nazis. Ou é falta de memória ou falta de juízo ou falta de pudor. E os atletas sujeitam-se. Eles, por uma ilusão de medalha, sujeitam-se a tudo. Como os judeus nos campos de concentração nazis…
Mas como… como é que tanta gente aceita isto sem um protesto, sem um assomo de dignidade?!…
Espírito olímpico? Vou ali e já volto!…

Uma dúvida quase… socrática…

lllino.jpg
Desde o princípio de Agosto que quase todos os dias ouço ou leio notícias que localizam este rapaz em Pequim. E até já li algures que ele, durante os Jogos Olímpicos (e mesmo antes de se terem iniciado), transferira o seu gabinete de trabalho para a China. Laurentino Dias é Secretário de Estado do Desporto e não sei a que título é que deveria acompanhar, no local, os atletas olímpicos portugueses. Espero que a estadia de Laurentino na China seja a expensas próprias. Mas fico à espera de um esclarecimento oficial. Só faltava mesmo que os meus impostos pagassem as férias na China de um Secretário de Estado…
Declaração de interesses: Laurentino foi meu colega de curso, em Coimbra.

Que pecados (tão) capitais terá cometido Nelson Évora?!… (Um esclarecimento)

DM2008.jpg
O Diário do Minho é um jornal regional e, como tal, privilegia assuntos que tenham a ver com a região a que se dirige, numa lógica de proximidade.
Neste caso, uma vez que estava em causa um atleta sem qualquer ligação à região e que o jornal não tinha enviados a Pequim que assegurassem um trabalho próprio sobre a participação de Nelson Évora nos Jogos Olímpicos, é perfeitamente natural que este assunto não tenha destaque na primeira página.

Registo e agradeço o simpático esclarecimento de Luísa Teresa Ribeiro, Coordenadora Geral de Redacção do DM.
Sou assim levado a concluir que se Nelson Évora tivesse uma ligação qualquer à “região” (serviria um primo? uma amiga íntima? um guia espiritual?), a sua vitória olímpica teria sido destacada na primeira página do diário da Arquidiocese de Braga. Assim, não. Como diz LTR, é um “critério de “noticiabilidade que tem a ver com a natureza do jornal”.
Há argumentos que me f…ulminam…

Que pecados (tão) capitais terá cometido Nelson Évora?!…

DM2008.jpg
Diário do Minho, 22.08.2008

Suponho que terá sido o único diário que se publica em Portugal que, na primeira página, não destacou, nem sequer noticiou a medalha de ouro conquistada ontem, no Jogos Olímpicos, por Nelson Évora. Como o Diário do Minho é propriedade da Arquidiocese de Braga, só posso deduzir que Deus não aprovou o feito olímpico de Évora ou tem contas a ajustar com ele. Aguarda-se com ansiedade a próxima comunicação aos indígenas do arcebispo de Braga, Jorge Ortiga. Perdão: Dom Jorge…

El Comandante…

vmoura2008.jpg
Público, 20.08.2008
Este cavalheiro, que os jornais costumam tratar por “comandante” (deve ser um posto marítimo), dizia ontem que não tinha condições para continuar à frente do Comité Olímpico Português. Hoje, depois da medalha de ouro de Nelson Évora, já acrescentava que talvez estivesse disponível para continuar, se lhe pedissem muito. Portugal tem a maior percentagem de palhaços do mundo dito civilizado por metro quadrado. Este Moura é, apenas, mais um…
Ao pé dele, Nelson Évora parece um deus. Sempre que diz qualquer coisa, apetece-me abraçá-lo, como a um filho. Pela simplicidade e pela autenticidade…