Antologia poética (7)…

Escrito sobre “Christmas Music from Aquitanian Monasteries” (12th century)

Moro na cidade de baixo
esquecido do rumo de outras cidades
Nem campos nem desertos
É daqui que vejo tudo o que sobra para os meus olhos
a rigorosa incontinência dos gestos das pessoas comuns
que já não aspiram a altares na embriaguês dos desejos
e os caminhos circulares dos que ainda procuram as pontes
que nunca existiram
Nem florestas nem praias
Na cidade de baixo
já não há vestígios das sete portas
e a esfinge sou eu.

Ademar
11.Julho.2004
publicado em abnoxio.blogs.sapo.pt

Comentar