Antologia poética (462)…

Improviso para distrair o abandono…

Não há segredos
para explicar o regresso
a vertigem do eterno retorno
a nostalgia
transporta-nos sempre aos embalos iniciais
como se apenas no passado
de todos os abandonos
pudéssemos ainda encontrar algum conforto
para o próprio abandono.

Ademar
06.08.2006
publicado em abnoxio3.blogs.sapo.pt

Comentar