Antologia poética (34)…

Improviso erótico…

De vez em quando apetece-me a reciclagem
deposito-me num contentor
e fico à espera que me levem
para a incineradora mais próxima
sinto que adoeço do lixo acumulado
depuro-me no fogo.

Ademar
20.03.2005
publicado em abnoxio.blogs.sapo.pt

Comentar