Antologia poética (137)…

Improviso sob a forma de algemas…
Confesso que não sei
o que é ir preso
mas já experimentei
todos os estados de prisão
há algemas
que nos prendem por dentro
a berços imaginários.
Ademar
09.11.2005
publicado em abnoxio2.blogs.sapo.pt

One Response to “Antologia poética (137)…”

Read below or Comentar...

Comentar