Antologia poética (12)…

Improviso quase poético em forma de brinquedo…

Nem sempre o caminho
é voltar para trás
há esquinas em que apetece
enganar o destino
e seguir numa paralela
há poemas assim como crianças
escondidas debaixo da cama
para não serem vistas
eu tenho uma cama de pregos
por cima das palavras
em que me escondo.

Ademar
27.12.2004
recuperado de abnoxio.blogs.sapo.pt

Comentar