Improviso citadino…

Um prestamista ambulante
quis hoje vender-me na rua dois pensamentos
a prestações
disse-lhe que já não estava comprador
porque não tinha onde guardar
hoje mais depressa me dou ou empresto
do que compro
tentei significar-lhe
numa linguagem talvez artesanal
que esgotei há muito
a capacidade pré-instalada de armazenamento
de destinos que não me pertencem
não sei se ele chegou a ouvir
a cidade inteira entretanto
saíra à rua para comprar.

Ademar
30.01.2010

Espero ver, na primeira fila da manifestação, todos os padres gays e todos os padres pedófilos de Portugal!…

gay3001.jpg
DN, 30.01.2010
A primeira grande manifestação, em Portugal, contra a despenalização da IVG realizou-se em Braga, no início dos anos oitenta, convocada por vários movimentos e estruturas da arquidiocese bracarense. Sabeis quem sobressaía nas primeiras filas da manifestação, atrás do Cónego Melo? A mais conhecida abortadeira de Braga, que tantas carreiras eclesiásticas tinha ajudado a preservar…
Espero para ver quem desfilará agora contra os casamentos “gay”…

Se soubesses o que custa mandar, VALTER, preferias obedecer toda a vida!…

vhm2901b.jpg
vhm2901a.jpg
(…)
vhm2901c.jpg
(…)
Sol, 29.01.2010
Conheço (e tenho replicado e partilhado com os meus alunos ) o poeta: não conheço e jamais conhecerei (por falta de tempo e de desejo literário) o romancista. Mas assino por baixo o que valter hugo mãe diz aqui sobre a família e os indivíduos. E sobre deus e sobre a pátria. Só lamento ter quase mais vinte anos do que ele…

Improviso com uma nação de destinatários…

Sim a poesia destreina-se
como qualquer intimidade
e ainda ninguém inventou uma máquina
de fazer higienes
em vez de espanhóis
a literatura por vezes pendura-se
de uma frase
ou de uma luz
e retoma a infância
há quem escreva em minúsculas
simplesmente
para se engrandecer.

Ademar
29.01.2010