Improviso fracturante…

De vez em quando
há homens por dentro das mulheres
e mulheres por dentro dos homens
a poesia reinventa
as regras da natureza
e há homens que sofrem
por dentro das mulheres
e mulheres que sofrem
por dentro dos homens
como se nada os distinguisse
o sofrimento é uma linguagem avençada
do prazer
e há quem espere eternidades
na eternidade da espera
e quem ame devagar
porque o coração bate sempre
mais depressa do que a saudade.

Ademar
31.08.2009

Coisas que José Sócrates poderá inaugurar em minha casa, se o Estado, entretanto, se esgotar…

a2608c111.jpg
Uma caixa de cotonetes.
Um terço comprado na feira de Vilar de Maçada, por estrear.
Um rolo de papel higiénico.
Uma garrafa de JB (15 anos).
Um cd de Quim Barreiros.
Uma caixa de preservativos com sabor a hortelã.
Um livro (antigo) de entrevistas de Anabela Mota Ribeiro.
Um cacho de uvas americanas sem grainhas.
Uma porta falsa.
Uma ficha de auto-avaliação.
Um livro de cheques sem cobertura.
Uma caixa de cigarrilhas Monte Cristo.
Uma mala de viagem.
Uma embalagem de Tamiflu.
Uma brasileira indocumentada.
Um dicionário de Inglês Técnico para Totós.
Um Magalhães em segunda mão.
etc

Este percebeu, mas já é tarde, muito tarde. Felizmente…

edm3108.jpg
i, 31.08.2009
Sócrates convenceu-se de que poderia, impunemente, humilhar os professores. Como irá perceber no dia 27 de Setembro, enganou-se. Há 4 anos, quando a ministra da educação começava a maltratar os professores, eu avisei-a, como os colegas que estavam na reunião, certamente, se lembrarão. Não quis saber: persistiu e agravou a ofensa. Irá ter, nas urnas, a recompensa que merece. Ela, Sócrates e o PS. A estupidez e a arrogância, em democracia, nunca vencem. Felizmente…