Improviso para explicar o Martinho da Arcada aos governantes de Lisboa…

arc3007a.jpg
Convida-me para a tua mesa
e que a bebida tarde
até que todos tenham saído
e na noite lá fora
(lotação esgotada)
não possa entrar mais ninguém
conta-me como conseguiste
cruzar no Martinho tantas vidas
na única em que coubeste
conta-me ao ouvido
e a partir de hoje
essa confidência será
o nosso único segredo.

Ademar
30.09.2009