Improviso para alinhavar postumidades…

Tento emagrecer poeticamente
poupando nos adjectivos
já basta o que a nudez das palavras
não oculta
essa adiposidade substantiva e verbal
que não poupa o corpo de nenhuma literatura
sim emagreço nas metáforas
mas continuo a engordar na ambição
de me escrever pelas mãos
falharei por certo como esqueleto.

Ademar
29.06.2009

Palavra de Mesquita Machado. Juro pela saúde dos meus filhos e da minha mulher que não tenho nada a ver com o caso Freeport!…

mmmmm09aaaa11111a.jpg
mmmmmmmmmmm09aaa2222a.jpg
mmmmmmmmm09aaa33a.jpg

Pinto Monteiro esclareceu hoje que, na próxima semana, tomará finalmente uma decisão relativamente ao arquivamento do processo que envolve (envolveu) Mesquita Machado. A RTP, coitada, anda confusa e já troca, em rodapé, as legendas todas…

Palavra de Salvador. Foi-se Jesus? Paciência!…

salvvvv09aaa11111.jpg
Ha muitos bracarenses (cultos, inteligentes) que deixam de pensar quando são confrontados com uma bola de futebol. Querem lá saber o que sustenta, politicamente e economicamente, esta sórdida indústria! O que eles querem é que o Braguinha tenha muitos sucessos, não importa a que preço. E colocam o futebol no centro das suas pulsões bairristas. Mal sabem eles que, há 32 anos, que Mesquita Machado usa o futebol para controlar os empreiteiros e se perpetuar no poder. O espantoso é que, até hoje, ninguém tenha investigado e posto a nu esta rede de minuciosas interdependências, sempre abençoada pela Igreja Católica, entre o Partido Socialista, a Câmara Municipal, o SCB e a construção civil…