O perfume olímpico de Dom Cristo…

chinatown08.jpg
Correio do Minho, 29.09.2008
Sempre que leio nos jornais “Dom Jorge“… suspeito de que estão a gozar com a criatura. Há títulos, de facto, moralmente assassinos. Dom Cristo?…
O que ainda me espanta é a vaidade foleira e infinitamente pateta desta gente que tanto gosta de apelar à crucificação da humanidade…

Quando o bairro se confunde com o país…

24horas24.jpg
24horas44.jpg
24horas, 28.09.2008
Última página, em grande destaque. Há jornais locais e regionais que já não publicam este tipo de notícias familiares e lambe-botas. O 24horas, diário supostamente nacional, não faz, diariamente, outra coisa. É o provincianismo à moda de Lisboa, o mais patético de todos…

Valter Lemos já foi demitido?… (209)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008
Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas…
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela…
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu “os piores resultados escolares da Europa”. A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos…
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!…
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice…

Improviso para surrealizar…

Andas sempre na rua e
a rua morre devagar
não há passos que te reconduzam a casa
e a noite chove sombras de estrelas
no teu olhar
hoje
arriscarás o subúrbio num altar de pedra
como esse a que já subiste
e contarás pegadas
nenhum carro no fim da rua te espera
pedes boleia
às cordas íntimas de um violoncelo
e começas enfim a caminhar.

Ademar
28.09.2008

Desculpai, mas ainda não entendi. Sócrates tem algum biscate na empresa que produz o Magalhães? É que, nos últimos tempos, só o vejo a dar ou a vender computadores…

MAGCHAVEZ08.jpg
24horas, 28.09.2008
Ou me engano muito ou Sócrates, o deslumbrado Sócrates, ainda vai sair encravado desta história quase trágico-marítima…