Improviso para pira e viola de arco…

Chegas o fogo ao combustível
e deixas arder
quando retomo a vertigem do fumo
envolvo-me nas chamas
e ofereço-me à fragmentação
em todos os gestos incendiários
este é o fogo que eu exijo
que ninguém apague
nem a água nos olhos
nem a espuma do céu.

Ademar
30.08.2008

O verdadeiro estado da nação…

Reportagem (pré-gravada) na RTP1, junto ao Estádio da Luz. Um “popular” depõe:
O Benfica vai ganhar, porque o Pinto da Costa já não consegue comprar os árbitros!
Esta afirmação é, objectivamente, difamatória, como toda a gente percebe. Menos os editores do Jornal da Tarde. Chama-se a isto… canalhice mediática.
Amanhã, um popular qualquer dirá que Sócrates ou Manuela Ferreira Leite é… (imaginai o que quiserdes). Pela mesma lógica, todo o país ficará saber. Os “jornalistas” editores da RTP encolhem os ombros e esfregam as mãos. O que importa é que o povo fale e diga coisas…
Os repórteres babam-se todos quando conseguem que um popular, diante das câmaras, calunie ou injurie alguém.
Este é o verdadeiro estado da nação. A violência começa aqui…